Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel de proteínas ESCRT na regulação negativa de receptores da superfície celular por Nef do HIV-1

Processo: 10/05324-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Luis Lamberti Pinto da Silva
Beneficiário:Nathaly Alcazar Amorim
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Lisossomos   Endocitose   Corpos multivesiculares

Resumo

O gene do vírus HIV-1 com transcrição mais abundante durante as fases iniciais de infecção codifica a proteína acessória Nef, cuja atividade contribui para o aumento da carga viral promovendo a progressão à AIDS. Dentre suas funções, Nef reduz a expressão de moléculas da superfície celular com papel na resposta imunológica, como o co-receptor CD4 e membros do Complexo Principal de Histocompatibilidade do tipo I (MHC-I). Acredita-se que esta ação se deva a capacidade de Nef de modificar o transporte intracelular de proteínas específicas, levando ao redirecionamento das mesmas ao ambiente proteolítico dos lisossomos. Porém, os mecanismos envolvidos na ação de Nef são ainda pouco compreendidos. Nossas pesquisas anteriores demonstraram que o direcionamento de CD4 aos lisossomos por Nef envolve a entrada do co-receptor na via dos Corpos Multivesiculares (CMVs), com a promoção de seu recrutamento em vesículas que brotam em direção ao lúmen destes compartimentos. Demonstramos também que esses eventos requerem a ação de proteínas que compõem a maquinaria ESCRT (Endosomal Sorting Complexes Required for Transport). No presente projeto propomos investigar se a atividade dos ESCRTs é requerida para a ação de Nef em moléculas do MHC-I. Além diso, testaremos a hipótese que a proteína Alix, um componente da maquinaria ESCRT, e que segundo dados da literatura interage fisicamente com Nef, seja usada pela proteína viral como um "conector" para induzir o endereçamento de CD4 e/ou MHC-I aos CMVs.