Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo macro-fisiologico da temperatura crítica máxima de artrópodes no Brasil

Processo: 09/54235-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Carlos Arturo Navas Iannini
Beneficiário:Pedro Leite Ribeiro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Artrópodes   Formigas   Mudança climática

Resumo

O clima na Terra está mudando numa velocidade sem precedentes com conseqüências ainda desconhecidas para a fauna. Este projeto visa entender melhor as conseqüências destas mudanças no contexto específico da fauna de artrópodes, com a expectativa de que os resultados permitam aprimorar o marco teórico em contextos mais abrangentes. A proposta parte de conceitos aplicados na convergência de disciplinas conhecida como macro fisiologia, que estuda e compara a variação fisiológica ao longo de marcados gradientes geográficos (por exemplo, biomas). O foco inicial é entender até que ponto a evolução em determinados biomas modula ou limita grandes padrões de variação fisiológica, especificamente a fisiologia termal. Especificamente, pretende-se investigar um parâmetro fisiológico específico, temperatura crítica máxima (TCM), num grande número de espécies de artrópodes, de diferentes áreas geográficas. (As perguntas a serem respondidas incluem 1) se há relação entre a temperatura crítica máxima e as temperaturas médias ou máximas de um bioma, e se essas podem ser consideradas um adequado fator preditivo da temperatura crítica máxima tolerada pelos artrópodes típicos do bioma. ((2) se a diversidade microclimática dos diferentes biomas guarda relação com a diversidade fisiológica da sua fauna de artrópodes, 3) se a temperatura crítica máxima pode ser considerada um fator limitante da biodiversidade (em artrópodes) ao longo de um determinado macro gradiente ecológico. De forma complementar serão estudados em detalhes os efeitos de aclimatação em formigas. Portanto trata-se de uma proposta que apresenta duas abordagens distintas e complementares, a primeira investiga o universo de possibilidades de tolerância térmica num grande número de espécies num nível geral e a segunda investiga em mais detalhes as particularidades que podem influenciar a TCM de uma espécie de insetos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA-SILVA, ANTONIO CARLOS; NAVAS, CARLOS A.; RIBEIRO, PEDRO L. Dealing with water deficit in Atta ant colonies: large ants scout for water while small ants transport it. BIOLOGY OPEN, v. 1, n. 9, p. 827-830, SEP 15 2012. Citações Web of Science: 3.
RIBEIRO, PEDRO LEITE; CAMACHO, AGUSTIN; NAVAS, CARLOS ARTURO. Considerations for Assessing Maximum Critical Temperatures in Small Ectothermic Animals: Insights from Leaf-Cutting Ants. PLoS One, v. 7, n. 2, p. e32083, 2012. Citações Web of Science: 46.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.