Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle social e participação popular na gestão da política de saúde no município de São Carlos-SP

Processo: 07/59120-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Pesquisador responsável:Rosemeire Aparecida Scopinho
Beneficiário:Dorival Pereira dos Santos Junior
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51024-0 - Relações de trabalho, condições de vida e subjetividade: entre o trabalho dividido e o trabalho em cooperação, AP.JP
Assunto(s):Participação da comunidade   Controle social formal   Política de saúde

Resumo

No Brasil, as discussões sobre Controlo Social e participação popular em saúde ganharam importância nas últimas décadas. Este projeto de pesquisa tem como objetivo geral entender como se dá a participação social no Conselho Municipal de Saúde de São Carlos (CMS) na gestão 2007-2009. Especificamente, pretende-se entender a estruturação da rede de saúde local e sua adequação aos princípios do SUS, principalmente quanto ao exercício do Controle Social; entender a estrutura e a dinâmica de funcionamento do CMS e as relações que se estabelecem entre os diversos atores; e identificar as estratégias utilizadas para garantir formação dos conselheiros e as formas de comunicação com a população. O projeto justifica-se dado à reestruturação da rede municipal de saúde em curso e a escassez de estudos sobre participação social em saúde no âmbito local. A partir de uma abordagem metodológica qualitativa, pretende-se utilizar como procedimentos de pesquisa a análise de documentos (atas, relatórios, boletins Informativos entre outros), a observação das reuniões realizadas, a realização de entrevistas do tipo semi-estruturadas. O registro das informações será realizado através de diário de campo e gravador do tipo mp3. As informações serão analisadas por meio de triangulação, procurando-se apontar os consensos e os dissensos no conteúdo dos depoimentos e debates realizados no âmbito das reuniões do CMS. (AU)