Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da biodegradação de filmes confeccionados com polissacarídeos da biomassa vegetal

Processo: 19/16853-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Michel Brienzo
Beneficiário:Mateus Manabu Abe
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa em Bioenergia (IPBEN). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/22401-8 - Fruto-refinaria: processos de obtenção, métodos de caracterização e geração de produtos oriundos de resíduos da fruticultura, AP.TEM
Assunto(s):Propriedades físicas   Filmes   Contaminação   Resíduos sólidos

Resumo

Devido ao grande crescimento populacional e o hábito do consumo vigente na sociedade atual, o meio ambiente tem sofrido um relevante impacto no que se refere a extração de recursos naturais e geração de resíduos. Um exemplo disso é a produção e descartes de materiais plásticos, o qual em sua maioria é provindo do petróleo, que se acumulam por tempo consideráveis no ambiente e impacta negativamente a flora, fauna e toda a biota do meio ambiente. Além dos plásticos, outros resíduos de significativa disponibilidade e que podem resultar em impactos ambientais são os resíduos agroindustriais, como o bagaço de cana-de-açúcar, muito gerado no Brasil devido a produção de açúcar e álcool e que apresenta alto potencial de aplicação biotecnológica. Portanto, o objetivo deste trabalho será testar o tempo de degradabilidade no solo de biofilmes provenientes do bagaço de cana-de-açúcar e o perfil de contaminação microbiana (serão utilizados Escherichia coli, Aspergillus niger e Trichoderma reesei) destes filmes. A obtenção do biofilme será feita a partir de diversas concentrações de materiais lignocelulósicos do bagaço de cana (xilana, ±-celulose, holocelulose), amido e glicerol por meio do procedimento casting e na formulação de blendas. Desta maneira, serão feitas análises químicas por meio do HPLC dos teores dos constituintes lignocelulósicos extraídos do bagaço de cana. Na presente proposta de trabalho, serão realizados os testes das propriedades físicas dos biofilmes produzidos (opacidade, gramatura, umidade, espessura, solubilidade e testes mecânicos) e após a determinação do melhor filme em termos de propriedades físicas, degradabilidade e contaminação, este será analisado por meio da microscopia eletrônica de varredura antes e após os testes de degradabilidade. Por fim, será analisado o impacto do filme biodegradado na saúde do solo. Portanto o objetivo deste trabalho será a produção de um filme proveniente de biomassa vegetal com reduzido tempo de degradação ambiental e com propriedades de filmes ativos, além de garantir as propriedades físicas adequadas de um material com utilização para diversos setores da sociedade. (AU)