Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões espaciais na distribuição populacional em paisagens altamente fragmentadas

Processo: 19/25260-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 03 de agosto de 2020
Vigência (Término): 17 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Geral
Pesquisador responsável:Roberto André Kraenkel
Beneficiário:Vítor de Oliveira Sudbrack
Supervisor no Exterior: Cristobal Lopez
Instituição-sede: Instituto de Física Teórica (IFT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universitat de les Illes Balears (UIB), Espanha  
Vinculado à bolsa:18/23984-0 - Dinâmica de populações em regiões altamente fragmentadas, BP.MS
Assunto(s):Simulação numérica

Resumo

Esse projeto estudará os padrões espaciais da distribuição de população que emergem das propriedades da distribuição de habitat em paisagens altamente fragmentadas. Esse estudo é relevante pois ajuda na compreensão das escalas espaciais do problema, necessárias para a medida correta das métricas de fragmentação, e no entendimento da percepção da paisagem pela espécie. Para tanto, usamos um modelo matemático baseado em duas equações de reação-difusão, definidas em duas regiões diferentes: habitat e matriz, que juntas compõe a paisagem. Propomos explorar as escalas do problema usando paisagens funcionais, isto é, paisagens definidas pela distribuição de população no estado estacionário com um algoritmo de discretização. Podemos medir e correlacionar as métricas de fragmentação em diferentes escalas da paisagem para então obter a escala em que a paisagem geográfica mais reflete a paisagem funcional. Ademais, é possível definir redes de fragmentos, ponderando-os pela suas conectividades na paisagem. Assim, podemos usar algoritmos de clusterização de redes para reduzir a rede de fragmentos de habitat em redes de fragmentos funcionais. O uso da teoria de redes em ecologia de paisagem abre novas perguntas e possibilidades interessantes, como, por exemplo, novas métricas funcionais de fragmentação e aplicações como controle de pragas. Os resultados serão incorporados na dissertação de Mestrado, expandindo e aprimorando nossas discussões e conclusões. Por fim, os tópicos abordados representarão uma contribuição importante para a conexão entre a descrição geográfica e ecológica da paisagem - o problema central de ecologia de paisagem.