Busca avançada
Ano de início
Entree

A experiência da deriva na cidade contemporânea: um estudo psicogeográfico sobre o bairro Ostiense em Roma, Itália

Processo: 19/22860-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Projeto de Arquitetura e Urbanismo
Convênio/Acordo: Rede de Universidades Italianas
Pesquisador responsável:Eduardo Romero de Oliveira
Beneficiário:Matheus Alcântara Silva Chaparim
Supervisor no Exterior: Francesco Careri
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi Roma Tre, Itália  
Vinculado à bolsa:18/17443-6 - Da percepção à preservação: reflexões sobre a ativação do complexo FEPASA de Jundiaí, BP.MS
Assunto(s):Áreas industriais   Arquitetura industrial   Espaço urbano   Situacionismo   Roma (Itália)

Resumo

Diante das rápidas transformações urbanas e sociais, torna-se fundamental pensar em novos meios de apreensão sobre os espaços industriais e em ações para sua salvaguarda. Dentro desse contexto, a ativação aparece como uma alternativa a esses bens ao levar em conta tanto as demandas sociais e as práticas espaciais existentes, como também buscar o equilíbrio entre a memória e a nova função. Recorrem-se então as ideias e práticas urbanas do Movimento Internacional Situacionista (1957-1972) como referência para novas formas de apreensão do espaço urbano. Entende-se que por meio da deriva situacionista há a possibilidade de se apreender os espaços industriais a partir da experiência corporal, reconhecendo suas apropriações e os significados atribuídos por seus usuários. Assim, o principal objetivo desta pesquisa é o aprimoramento do conhecimento teórico-metodológicos sobre a técnica da deriva situacionista. Ademais, possui como objetivos específicos inteirar-se de novos conceitos e metodologias de análise, conhecer espaços industriais onde foram realizadas experiências de deriva e, por fim, realizar um breve estudo de caso sobre o antigo bairro industrial Ostiense, em Roma (Itália). Para tanto, o trabalho será constituído de quatro etapas interligadas e complementares, estreitamente relacionadas aos objetivos propostos. Ao final, espera-se que os subsídios gerados permitam a transferência de conhecimento com o estudo realizado no Brasil. (AU)