Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificação de incertezas para uma análise de risco sísmico de estruturas convencionais de concreto armado no Brasil

Processo: 19/18368-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 13 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 12 de março de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique Siqueira
Beneficiário:Isabela Durci Rodrigues
Supervisor no Exterior: Abbie B Liel
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Colorado Boulder, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/23304-9 - Avaliação da vulnerabilidade sísmica de edificações regulares em concreto armado no Brasil através da elaboração de curvas de fragilidade, BP.MS
Assunto(s):Engenharia sísmica   Estruturas de concreto armado

Resumo

Este projeto de pesquisa está associado com o projeto de Mestrado em andamento número 2018/23304-9 intitulado "Avaliação da vulnerabilidade sísmica de edificações regulares em concreto armado no Brasil através da elaboração de curvas de fragilidade". O projeto pretende avaliar o risco que um evento sísmico pode gerar em estruturas de concreto armado Brasileiras, através do desenvolvimento de curvas de fragilidade. O Brasil, devido a sua localização geográfica no interior de uma placa tectônica, construiu por muitos anos estruturas sem nenhuma recomendação de projeto considerando eventos sísmicos. Além disso, estudos recentes mostram que o território brasileiro, por conta de suas falhas no interior da placa tectônica, registraram eventos sísmicos de magnitude representativa. Caso esses eventos ocorram em áreas urbanas de elevada densidade demográfica, os danos estruturais podem ser catastróficos, já que a maioria das edificações não possui prescrições normativas específicas para essas ações. De modo a avaliar a vulnerabilidade que um evento sísmico pode sujeitar em sistemas estruturais de concreto armado convencionais, essa proposta de pesquisa visa quantificar a probabilidade de danos em estruturas brasileiras com ferramentas estatísticas. O Estágio de Pesquisa no Exterior pretende lidar com as ferramentas estatísticas de uma maneira mais precisa, especialmente as incertezas ligadas ao Modelo em Elementos Finitos e ao terremoto. O estudo trará uma melhoria nos resultados da pesquisa através do uso de ferramentas estatísticas que foram implementadas em projetos renomados internacionalmente e que consideram estruturas de concreto armado. Além das fontes essenciais de incertezas, o estágio vai preparar o cenário para o eventual desenvolvimento de estratégias de contenção de risco considerando o risco sísmico.