Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia dentária dos construtores de sambaquis fluviais e costeiros do litoral Sul-Sudeste do Brasil

Processo: 19/18289-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 14 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 13 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Pesquisador responsável:Veronica Wesolowski de Aguiar e Santos
Beneficiário:Daniel Filipe Ferreira Fidalgo
Supervisor no Exterior: Mark Oliver Rohrig Hubbe
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Ohio State University, Columbus, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/20637-4 - Morfologia dentária de séries osteológicas humanas pré-coloniais do litoral Sudeste do Brasil: contribuições para o estudo de variabilidade morfológica em populações sambaquieiras, BP.DR
Assunto(s):Antropologia dentária   São Paulo   Santa Catarina   Bioarqueologia   Paraná

Resumo

Este projeto testa se durante o Holoceno os construtores de sambaquis do Brasil exibem uma variabilidade fenotípica significativa intra e inter populacional. Desta forma, pretende-se compreender melhor as antigas dinâmicas de povoamento da costa brasileira meridional, e como as relações entre populações coevas se desenvolviam durante tempos pre-coloniais. Traços morfológicos dentários serão usados como fonte informativa de dados genéticos subjacentes, em ordem de reconstruir a história populacional destes grupos. O Arizona State University Dental Anthropological System (ASUDAS) será usado para caracterizar os remanescentes dentários. As séries esqueletais incluídas no estudo foram exumadas de sambaquis costeiros e fluviais dos estados de São Paulo, Paraná, e Santa Catarina. Para explorar a relação entre as diversas séries, as afinidades morfológicas serão estimadas através de distancias biológicas multivariadas.Como disposto no Processo FAPESP 2017/20637-4, existe uma necessidade de um estágio de pesquisa no exterior, nomeadamente na Ohio State University, sobre a supervisão do Prof.Dr. Mark Hubbe, que é também o co-orientador oficial deste projeto. O principal propósito desta visita é de aprofundar conhecimentos acerca de abordagens metodológicas que permitam responder ás questões deste projeto.Especificamente, esta visita irá ser focada no desenvolvimento e aprendizagem de linguagem de programação R, e em ganhar familiaridade com testes estatísticos relevantes, como distâncias de matrizes euclideanas, medida média de divergência, distância de Mahalanobis, análise de componentes principais, análise de agrupamento de dados, escalonamento multidimensional, assim como outras várias técnicas de re-amostragem e processamento de dados.Este treino em análise estatística irá melhorar significativamente a qualidade desta pesquisa, e preparar a mesma para futuras publicações, dando a este estudo uma maior relevância internacional. Além disso, irá aumentar as chances de futuras colaborações, e contribuir para a internacionalização da pesquisa cientifica brasileira. (AU)