Busca avançada
Ano de início
Entree

Dois problemas acerca da mimese representacional e não representacional - reconfiguração da mimese e e mimese histórica como pragmática do esquecimento

Processo: 19/14024-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 06 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 05 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia
Convênio/Acordo: European Research Council
Pesquisador responsável:Hélio Rebello Cardoso Júnior
Beneficiário:Hélio Rebello Cardoso Júnior
Anfitrião: Nidesh Lawtoo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Leuven (KU Leuven), Bélgica  
Assunto(s):Pós-estruturalismo   Gilles Deleuze   Fenomenologia   Representação

Resumo

Esta proposta foi aceita por Nidesh Lawtoo (Investigador Principal -PI) para integrar a equipe de pesquisadores do projeto financiado pelo EUROPEAN RESEARCH COUNCIL (ERC), "Homo Mimeticus: Theory and Criticism" (HOM), especificamente em relação à quinta contribuição prevista pelo projeto HOM, "Revisitando o papel da figura do mimo jogou na ascensão dos principais defensores da filosofia pós-estruturalista, de Derrida a Lacoue-Labarthe, Butler a Deleuze. " (subprojetos A e C em http://www.mdrn.be/projects/homo-mimeticus-theory-and-criticism). O projeto HOM articula uma teoria do sujeito mimético que está atenta aos fenômenos psíquicos que eram centrais ao modernismo e estão atualmente retornando à frente do cenário teórico: "Do inconsciente mimético ao comportamento de multidão, do contágio afetivo à simulação, da plasticidade aos neurônios-espelho, há numerosas indicações em campos tão diversos quanto a teoria literária, as ciências sociais e as neurociências de que a mimese é um conceito de dupla face que precisa ser repensado tanto do lado da vida quanto da arte. "Em particular, o PI do HOM espera colaboração do pesquisador brasileiro em dois temas principais já acordados: a) a filosofia anti-representacional de Deleuze e a reconfiguração da mimesis em Différence et Répétition (1968), Logique du Sens (1969) e Image-Mouvement (1983) / Image-Temps (1985) ; e b) desenvolvimento da representação mimética ricoeuriana do tempo histórico: a correspondência entre a mimesis aplicada à narrativa histórica em Temps et Récit (1983) e a pragmática do esquecimento em L'Histoire, la Mémoire, l'Oubli (2000). O intercâmbio de pesquisa inclui estadia acadêmica na KU Leuven. (AU)