Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de biomarcadores de macro e microminerais em tecido muscular e hepático de bovinos Nelores terminados em confinamento utilizando estratégias metaloproteômicas

Processo: 18/25969-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Pedro de Magalhães Padilha
Beneficiário:Wellington Luiz de Paula Araújo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Proteômica   Qualidade da carne   Biomarcadores   Bovinos   Gado Nelore   Confinamento animal   Espectrometria de massas por ionização por electrospray

Resumo

Apresentando alto teor biológico de proteínas e minerais, a carne bovina é considerada um alimento nobre e o Brasil tem posição de destaque entre os maiores produtores/consumidores mundiais deste alimento. Com o passar do tempo, vem aumentando a preocupação por uma eficiência e produção de um alimento de melhor qualidade. Neste contexto, a metaloproteômica, área científica proposta recentemente, apresenta-se como estratégia inovadora na identificação de biomarcadores de minerais associados às proteínas, contribuindo na elucidação dos aspectos fisiológicos e funcionais responsáveis por diferentes graus de maciez, coloração e pH de carne. Sendo assim, o objetivo deste trabalho será investigar possíveis biomarcadores de macro e microminerais associados a características de qualidade de carne como: coloração da carne, força de cisalhamento (maciez), pH, marmorização e as principais vias metabólicas envolvidas na regulação dos diferentes fenótipos utilizando estratégias proteômicas/metaloproteômicas em amostras de tecido muscular e hepático de bovinos Nelore, machos, não castrados, terminados em confinamento. As dietas experimentais serão compostas de 85% de concentrado contendo diferentes níveis de inclusão de farelo de glúten de milho (0%, 18%, 36% e 54%) em substituição ao milho grão. Após a coleta das amostras biológicas, serão otimizados: procedimentos de extração da fração proteica das amostras para obtenção do proteoma por 2D PAGE; procedimentos de extração do minerais das amostras dos spots proteicos para identificação dos metais associados a esses spots por Espectrometria de massas com ionização por eletrospray (GFAAS); procedimentos de preparo dos spots para caracterização das proteínas associadas aos minerais por Espectrometria de massas com ionização por eletrospray (ESI-MS/MS). Posteriormente serão feitas análise de expressão das proteínas associadas aos minerais nos diferentes tratamento e estudos de bioinformática utilizando softwares específicos para identificar os níveis funcionais, vias metabólicas e interações proteína-proteína. O desenvolvimento de biomarcadores relacionados ao mapeamento e expressões de proteínas associadas aos minerais poderão indicar previamente possíveis características de qualidade de carne em determinada dieta. (AU)