Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabelecimento de um sistema de biorreatores microfluídicos para conversão de resíduos de carbono da água de pirólise por bactérias

Processo: 19/17462-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 08 de setembro de 2019
Vigência (Término): 07 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Ivana Cesarino
Beneficiário:Lorena Colotta da Costa
Supervisor no Exterior: Rudolf Hausmann
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Hohenheim, Alemanha  
Vinculado à bolsa:18/20886-7 - Aproveitamento dos resíduos do abacaxizeiro para a produção de etanol de segunda geração, BP.IC
Assunto(s):Reatores biológicos   Bioprocessos   Corynebacterium

Resumo

As biorefinarias possuem uma importante função na conversão de processos lignocelulósicos em energia e produtos de valor agregado, contribuindo diretamente com o conceito de bioeconomia, com o uso eficiente de recursos renováveis. Um dos processos de tratamento de biomassa lignocelulósica é a pirólise rápida, que converte a biomassa em uma mistura complexa, o bio-óleo, que possui em sua composição, dentre outros, pequenos açúcares orgânicos, como o ácido acético. Este trabalho irá avaliar a utilização microbiana de bio-óleo residual de processos de conversão termoquímica de biomassa, oferecendo uma alternativa e complemento dos meios complexos industriais estabelecidos para fermentação. Para isso, será utilizado o sistema microbiológico industrialmente estabelecido Corynebacterium, usado para produzir vários produtos químicos de plataforma de base biológica. Para sua produção, diferentes biomassas e condições de processo serão testadas para estabelecer uma nova cadeia adicional de valor agregado para a produção de produtos químicos básicos que não competem com a produção de alimentos. Os testes e cultivos serão realizados em reatores de fluxo contínuo impressos em 3D, evitando que substâncias inibitórias se acumulem, e todos os resultados serão analisados por métodos fotométricos, enzimáticos e por HPTLC.