Busca avançada
Ano de início
Entree

Bomba centrífuga de suporte circulatório temporário pediátrico

Processo: 18/24367-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Convênio/Acordo: Secretaria de Governo do Estado de São Paulo
Pesquisador responsável:Mariana Maria Aparecida Pinto Hernandes
Beneficiário:Mariana Maria Aparecida Pinto Hernandes
Empresa:Mariana Maria Aparecida Pinto Hernandes
Vinculado ao auxílio:17/25233-9 - Bomba centrífuga de suporte circulatório temporário pediátrico, AP.PIPE
Assunto(s):Coração artificial   Bombas centrífugas   Dispositivo de assistência circulatória   Crianças   Insuficiência cardíaca

Resumo

Nesta proposta, será realizada a análise de viabilidade técnico-científica de um dispositivo de assistência ventricular centrífugo paracorpóreo de dimensões reduzidas para ser utilizado em crianças, bsa 10, com insuficiência cardíaca grave, como suporte circulatório de curto e médio prazo. As características geométricas desta bomba serão determinadas por simulações numéricas computacionais de análise do escoamento no interior do rotor centrífugo. Protótipos físicos serão construídos para o estudo dos processos de fabricação e montagem do DAV. Ensaios de desempenho hidrodinâmico e durabilidade em bancada serão utilizados para a validação do projeto e das simulações. Testes com sangue serão realizados para avaliar a hemólise no interior do DAV, confirmando sua viabilidade técnico- científica. Durante a segunda fase, no desenvolvimento da proposta de pesquisa, a empresa será constituída e buscará apoio financeiro externo para o projeto do produto, da cadeia de suprimentos, do sistema de produção e da sua comercialização. Nesta fase, serão realizados testes "in vivo" animal e avaliação clínica em pacientes. Sendo um produto sem concorrência no mercado nacional, esta proposta foca na qualidade e confiabilidade desde os primeiros desenhos para assegurar a competitividade com seus análogos importados. A aceitação pela comunidade médica depende desses resultados. Diante da estreita relação com o meio acadêmico das áreas médicas e de Engenharia, a empresa que será criada com essa proposta terá o potencial de ser um núcleo de inovação e desenvolvimento tecnológico na área de Cardiologia no Estado de São Paulo. (AU)