Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel fisiológico, bioquímico e nutricional do magnésio na fixação biológica do nitrogênio em genótipos de soja

Processo: 18/11136-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:André Rodrigues dos Reis
Beneficiário:Roberto Casetta Alves da Cruz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Engenharia. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Tupã. Tupã , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição vegetal   Avaliação nutricional   Processos fisiológicos   Magnésio   Fixação de nitrogênio   Pigmento fotossintético   Soja

Resumo

O magnésio (Mg) faz parte da molécula de clorofila e apresenta importante papel fisiológico como ativador enzimático da rubisco. É conhecido como um elemento esquecido devido à escassez de pesquisa em relação ao papel nutricional e fisiológico do Mg em plantas. Variedades modernas de soja têm apresentado baixo teor proteico nas sementes. Uma vez que não se faz adubação nitrogenada na cultura da soja devido a simbiose com bactérias do gênero Rhizobium, o presente trabalho tem a hipótese de que plantas bem nutridas com Mg apresenta maior teor de clorofila, portanto, maior taxa fotoassimilados como açúcar total e sacarose. Por hipótese, plantas bem nutridas com Mg apresentam maior taxa fotossintética e maior fluxo de açúcar na célula. Assume-se que parte desse açúcar é transportado pelo floema até os nódulos onde estão presente as bactérias fixadoras de nitrogênio na soja. Com maior quantidade de açúcar no nódulo poderia aumentar a síntese de ureídeos (alantoína e ácido alantóico), os quais são as principais formas orgânicas de nitrogênio na soja. O presente estudo tem o objetivo de avaliar a aplicação de doses de Mg em genótipos de soja. Será avaliado a concentração de compostos nitrogenados (ureídeos, aminoácidos, nitrato e amônia), sacarose e açúcares totais, pigmentos fotossintéticos (clorofila, feofitina e carotenoides), metabolismo oxidativo (peroxidação lipídica e concentração de peróxido de hidrogênio) e enzimas antioxidativas (superóxido dismutase, catalase, ascorbato peroxidase e glutationa redutase) e análise nutricional durante o florescimento. Nos grãos será avaliado proteínas de reserva (albumina, globulina, prolamina e glutelina), açúcares totais e aminoácidos e análise nutricional. O papel do Mg na fisiologia e produtividade da soja ainda não é compreendido e não há literatura sobre o assunto. O presente estudo fornecerá informações relevantes quanto ao papel do Mg na fixação biológica do nitrogênio, bem como o efeito do Mg na produção de ureídeos. Tal informação é de extrema relevância para a recomendação de Mg na dose correta em genótipos de soja com o intuito de manter a fixação biológica do nitrogênio ativa por mais tempo, podendo trazer incremento na produtividade da soja. (AU)