Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagen e caracterização de 10 transportadores da barreira hemato-encefálica humana

Processo: 18/05328-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Elizabeth Bilsland
Beneficiário:Gabriel Silva Pires
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03553-6 - Engenharia genética de leveduras para a descoberta de novos medicamentos, AP.JP
Assunto(s):Biologia sintética   Genética molecular   Sistema nervoso central   Clonagem   Fármacos   Produtos químicos   Barreira hematoencefálica   Saccharomyces cerevisiae

Resumo

As drogas direcionadas ao sistema nervoso central frequentemente falham em ensaios clínicos devido ao seu mau transporte para o cérebro. Isto é devido à importação ineficiente de drogas através da barreira hemato-encefálica. Neste projeto, pretendemos usar a levedura Saccharomyces cerevisiae como uma plataforma para estudar o transporte de produtos químicos para dentro e fora das células. Para esse fim, o aluno de iniciação científica contribuirá para a criação de uma coleção de plasmídeos que codificam transportadores de membrana plasmática humana com marcação fluorescente. Estes serão transformados em estirpes de levedura, onde a via de síntese nativa de ergosterol é substituída por uma via sintética de síntese de colesterol humano. Temos resultados preliminares promissores que indicam que as cepas com colesterol nas membranas plasmáticas têm a capacidade de incorporar eficientemente proteínas trans-membranas humanas. Portanto, as cepas com uma membrana plasmática humanizada podem ser hospedeiras para a expressão heteróloga de transportadores de barreiras hematoencefálicas. Uma vez que as cepas de leveduras que expressam os transportadores humanos forem construídas, o aluno avaliará a localização subcelular de cada transportador e realizará ensaios funcionais para confirmar a especificidade do substrato para cada transportador.

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias: (2 total)