Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação sazonal entre imunidade, hormônios esteróides e resposta ao estresse em modelos ectotermos

Processo: 18/00406-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Fernando Ribeiro Gomes
Beneficiário:Carla Bonetti Madelaire
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/16320-7 - Impactos das mudanças climáticas e ambientais sobre a fauna: uma abordagem integrativa, AP.PFPMCG.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/13164-8 - Marcadores de estresse em anuros: como estresse e afeta os níveis de glicocorticóides na saliva e a sazonalidade modula receptores no cérebro, BE.EP.PD
Assunto(s):Testosterona   Corticosterona   Endocrinologia   Anura   Teiidae   Imunocompetência   Sazonalidade

Resumo

Hormônios esteroides têm sido apontados como mediadores na transição de estágios de história de vida em vertebrados, devido seu amplo espectro de atuação em ajustes na fisiologia e comportamento dos indivíduos. Em espécies de reprodução sazonal, há o aumento dos andrógenos(AN), estradiol(E) e glicocorticoides(GC) que permitem e facilitam a reprodução. Adicionalmente, os AN, E e GC apresentam efeitos imunomodulatórios que dependem da concentração, tempo de exposição e do estado energético dos indivíduos. A diferença do custo energético da reprodução em machos e fêmeas é significativa e, considerando que a ativação do sistema imune também apresenta uma grande demanda energética, o investimento de cada sexo em imunidade durante a temporada reprodutiva pode apresentar diferenças relevantes. Embora os GC também são mediadores da resposta ao estresse, a continua ativação do eixo hipotálamo(HP)-hipófise(HF)-adrenais pode resultar em na supressão do eixo HP-HF-Gônadas. Assim, as espécies apresentar uma diminuição da sensibilidade a estressores durante o período reprodutivo. Vertebrados que apresentam transições marcadas de fases de história de vida são modelos ideias para estudos integrativos entre imunocompetência, os hormônios esteroides e os estado energético, bem como indicar possíveis diferenças intersexuais no investimento imunitário durante a reprodução. Adicionalmente, espécies comerciais são modelos ideais para testar as relações funcionais entre GC, expressão de receptores de GC no cérebro e imunocompetência.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MADELAIRE, CARLA B.; BARSOTTI, ADRIANA M. G.; WAGENER, CARLA; SUGANO, YURI Y. VIEIRA; BAXTER-GILBERT, JAMES; GOMES, FERNANDO R.; MEASEY, JOHN. Challenges of dehydration result in a behavioral shift in invasive toads. BEHAVIORAL ECOLOGY AND SOCIOBIOLOGY, v. 74, n. 7 JUN 14 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.