Busca avançada
Ano de início
Entree

Proposição de metodologia para caracterização de resíduos sólidos urbanos dos municípios pertencentes à bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul

Processo: 17/26098-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Básico
Pesquisador responsável:Fabiana Alves Fiore Pinto
Beneficiário:Denise Cristina Rodrigues Vieira
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Gestão ambiental   Resíduos sólidos   Resíduos urbanos   Tratamento de resíduos sólidos

Resumo

O aumento dos padrões de consumo vem ocasionando o crescimento quantitativo e da heterogeneidade dos resíduos sólidos urbanos (RSU), favorecendo o surgimento de graves problemas sanitários. A Política Nacional do Meio Ambiente (PNRS) estabelece a caracterização dos resíduos sólidos como conteúdo obrigatório dos Planos Municipais de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS). Essa caracterização é o processo que identifica a quantidade, os componentes e demais parâmetros físicos, químicos e biológicos dos resíduos. Os resíduos sólidos urbanos possuem diferentes composições e taxas de geração em função de variáveis como: hábitos de vida, culturas, climas, PIB, tecnologias de tratamento dos resíduos, condições socioeconômicas da população, grau de industrialização da região, localização geográfica, fontes de energia. Para além da heterogeneidade os RSU também são susceptíveis à sazonalidade, em vista disso, torna-se fundamental a sua caracterização em escala e temporalidade adequada. Uma vez que não há uma metodologia de caracterização de RSU padronizada em nível federal, os PMGIRS elaborados para os municípios pertencentes à bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul não podem ser equiparados. Em vista disso, a presente pesquisa se propõe a construir e validar uma metodologia de caracterização de resíduos sólidos urbanos compatível com as demandas dessa região. Essa pesquisa aplicada será realizada com o apoio da Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP) e fará uso de pesquisa do tipo survey com os gestores dos municípios que estão inseridos na referida bacia hidrográfica. Considerada a atuação da AGEVAP é mister inferir que a metodologia proposta deverá ser apropriada pelos gestores locais e, desse modo, contribuir para a melhoria da qualidade ambiental dos territórios. (AU)