Busca avançada
Ano de início
Entree

Interações intraguilda de Spodoptera spp. e caracterização de movimento larval de Spodoptera eridania (Cramer) (Lepidoptera: Noctuidae) em soja Bt e não Bt

Processo: 17/08086-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Edson Luiz Lopes Baldin
Beneficiário:Thiago Luis Martins Fanela
Supervisor no Exterior: Thomas Elliott Hunt
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Nebraska-Lincoln (UNL), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/19302-5 - Interações intraguilda de Spodoptera spp. e caracterização de movimento larval de Spodoptera eridania (Cramer) (Lepidoptera: Noctuidae) em soja Bt e não Bt, BP.DR
Assunto(s):Entomologia agrícola   Soja

Resumo

As espécies Spodoptera eridania Cramer, Spodoptera cosmioides Walker e Spodoptera frugiperda G.E. Smith têm ganhado importância nos últimos anos no complexo de pragas da soja no Brasil. A ininterrupta sucessão de culturas (soja, milho e algodão), o advento da tecnologia Bt que expressa a proteína Cry1Ac, a presença de plantas daninhas e a baixa eficiência de alguns inseticidas são alguns dos fatores que têm favorecido com o aumento desses lepidópteros-praga no campo, os quais eram anteriormente considerados pragas secundárias. Esse cenário brasileiro pode ocorrer também nos EUA, já que algumas espécies de Spodoptera, como S. eridania e S. frugiperda, ocorrem também nos campos produtivos daquele país, visto que o mesmo que está aguardando a liberação soja Bt (Cry1Ac) para as próximas safras. Diante dessa realidade, torna-se importante melhor compreender os aspectos comportamentais dos lepidópteros, bem como o padrão de movimento dos mesmos, uma vez que estes compartilham a mesma guilda alimentar nas plantas de soja. Esse conhecimento pode auxiliar nas estratégias do MIP-soja. Assim, este trabalho tem como objetivo avaliar as interações intraguilda envolvendo essas três espécies sob diferentes cenários (com e sem fonte de alimento) com auxílio de Ethovision e caracterizar o movimento larval de S. eridania "na planta" e "entre plantas" de soja. A possibilidade de realização desses experimentos nos EUA agregará significativo valor à presente pesquisa (diferentes condições) e poderá auxiliar o manejo dessas pragas nos dois países. (AU)