Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da eutrofização dos reservatórios na transferência trófica dos ácidos graxos a uma espécie de peixe onívora

Processo: 16/07363-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Fisiologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Fernando Ribeiro Gomes
Beneficiário:Aline Dal Olio Gomes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/16320-7 - Impactos das mudanças climáticas e ambientais sobre a fauna: uma abordagem integrativa, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Metabolismo   Peixes   Cadeia alimentar   Ácidos graxos insaturados   Eutrofização

Resumo

Em ambientes de clima temperado, o processo de eutrofização resulta na substituição de táxons ricos em EPA (ácido eicosapentaenoico, C20:5n3) e DHA (ácido docosahexanoico, C22:6n3), como diatomáceas, criptófitas e dinoflagelados, por táxons pobres nestes ácidos graxos (FAs), como clorófitas e cianobactérias, alterando a qualidade nutricional da transferência de FAs aos níveis tróficos superiores, incluindo os peixes. Por outro lado, um estudo realizado em um reservatório hipereutrófico na região de clima tropical demonstrou uma alta porcentagem de EPA e DHA em peixes onívoros e carnívoros, explicada pela presença atípica de uma alta densidade de dinoflagelados no ambiente. Esses dados sugerem que a dinâmica de organismos planctônicos e consequentemente de FAs parece ser distinta nos trópicos. Os possíveis efeitos da alteração no perfil de ácidos graxos polinsaturados (PUFAs) da cadeia trófica sob os processos fisiológicos dos peixes incluem a regulação da fluidez de membranas, das taxas de crescimento e de reprodução. Alterações nesses processos podem ainda afetar o sistema imune, uma vez que os FAs, como EPA e ARA (ácido araquidônico, C20:4n6), atuam como precursores de eicosanoides, envolvidos diretamente na resposta de inflamação e imunidade. Pesquisas avaliando o efeito das alterações antrópicas nos ecossistemas sobre a transferência bottom-up dos FAs n3 e n6 e os consequentes efeitos sobre a saúde dos consumidores em resposta a tais modificações são pouco conhecidos. Com base no exposto, o presente projeto pretende investigar a influência da eutrofização na transferência trófica de PUFAs (desde os produtores primários à uma espécie de peixe onívora) em diferentes reservatórios tropicais e a relação dessa transferência de ácidos graxos com a resposta inflamatória dos peixes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARQUES, V. H.; MOREIRA, R. G.; GOMES, A. D. Influence of tropical reservoirs eutrophication on the polyunsaturated fatty acid profile in Astyanax altiparanae (Pisces: Characidae). Science of The Total Environment, v. 717, MAY 15 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.