Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação central entre estradiol e giot1 na regulação osmótica de ratas ovariectomizadas

Processo: 16/19051-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Antunes Rodrigues
Beneficiário:Ana Luíza Romero Terra dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/21616-6 - Papel de neurônios expressando o receptor hipotalâmico do hormônio de crescimento (GRH)no controle glicêmico, BE.EP.IC
Assunto(s):Neuroendocrinologia   Ingestão de líquidos   Equilíbrio hidroeletrolítico   Osmorregulação   Homeostase   Estradiol   Ovariectomia   Modelos animais

Resumo

Recentes estudos mostram que a privação hídrica (PH) induz um aumento na abundância da expressão do RNAm para o fator de transcrição de gonadotrofina ovariana [gonadotropin ovarian transcription factor 1 (Giot1)] no núcleo supraóptico do hipotálamo (SON) envolvido no controle da homeostase hidroeletrolítica. É de amplo conhecimento que, por exemplo durante a PH, são ativados neurônios hipotalâmicos induzindo a produção e liberação de vasopressina (AVP) e ocitocina (OT), assim como a sede. Interessantemente, a liberação de AVP e OT em resposta a PH é ainda mais pronunciada depois da reposição com estradiol (E2) em ratas ovariectomizadas, tendo ainda sido observada uma diminuição na ingestão de água, demostrando que o E2 atua da regulação hidromineral. Sabe-se também que o E2, centralmente, age via receptores específicos no hipotálamo, porém os mecanismos centrais do E2 envolvidos na secreção de AVP, OT e na ingestão hídrica são parcialmente desconhecidos. Este projeto propõe avaliar a relação entre estradiol e Giot1, dentro do sistema nervoso central (SNC) na regulação da homeostase hidromineral. Para investigar o papel de Giot1 na liberação hormonal e na ingestão de água/sódio, serão usadas ratas ovariectomizadas, com ou sem reposição de E2, submetidas a PH. Ainda, utilizando um vetor lentiviral, será realizado o silenciamento específico da expressão do Giot1 nos núcleos paraventriculares (PVN) e SON. Neste grupo de animais, serão avaliados os parâmetros hormonais e comportamentais, bem como a expressão central de RNAm de diferentes neuromoduladores envolvidos no controle da homeostase hidroeletrolítica.