Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica da paisagem: um modelo aplicado ao município de Carapicuíba

Processo: 14/13075-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Thiago Sanna Freire Silva
Beneficiário:Flora Shellard Correa
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remoto   Geografia urbana   Ecologia aplicada   Planejamento territorial urbano

Resumo

A preocupação com as zonas urbanas tem sido um tema de crescente importância no Brasil, associando o desenvolvimento de novas políticas de gestão e reestruturação de grandes cidades. Nessa discussão, inclui-se a questão da perda de áreas naturais em ambientes urbanos, com impacto na conservação da biodiversidade e na manutenção dos serviços ecossistêmicos. Este estudo propõe a caracterização da evolução da cobertura e uso do solo para o município de Carapicuíba e a modelagem de cenários futuros de mudanças, através de uma abordagem baseada no uso integrado de sensoriamento remoto, sistema de informações geográficas e modelos espaciais dinâmicos. Primeiro, os mapas temáticos serão elaborados através de três mosaicos de fotografias aéreas adquiridas entre 1962, 1972 e 1994, uma imagem orbital do sensor Ikonos de 2002, e um mosaico de ortofotos de 2008, para avaliação da dinâmica de ocupação dos espaços. O modelo espacial LUCC-ME, baseado na plataforma TerraME, será aplicado para desenvolver um modelo preditivo de evolução da utilização do solo, embasado nos mapas gerados anteriormente. As datas escolhidas conseguem representar momentos diferentes na história do município, referentes a dois acontecimentos importantes que podem ter influenciado significativamente na paisagem urbana: o grande crescimento demográfico e a construção do trecho Oeste do Rodoanel. Com base na predominância entre tipos de transição nas formas de uso do solo, suportados por variáveis preditivas como topografia, zoneamento urbano, crescimento populacional e aumento na receita do município, o modelo irá gerar os cenários futuros. Conhecendo a influência dos fenômenos urbanos sobre a população e o meio ambiente desta localidade, os resultados obtidos podem influenciar nos projetos de urbanização da cidade e ajudar em soluções para problemas sociais e ambientais decorrentes da falta de planejamento destes grandes centros.