Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos moleculares das vias de sinalização mTOR e tau nas displasias corticais focais

Processo: 13/25782-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Iscia Teresinha Lopes Cendes
Beneficiário:Marcella Gonçalves Mazutti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07559-3 - Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia - BRAINN, AP.CEPID
Assunto(s):Genética molecular   Displasia cortical focal

Resumo

As epilepsias constituem um dos grupos de doenças neurológicas graves mais frequentes, afetando de 1,5 -2% da população mundial. Diversos tipos de malformações do desenvolvimento cortical (MDC) podem causar epilepsia e estão associadas à ocorrência de crises refratárias, incluindo a Displasia Cortical Focal (DCF). Esta se caracteriza por alterações citoarquiteturais observadas em outras MDC, como na Esclerose Tuberosa (ET) e a Hemimegaencefalia (HME). Semelhanças histológicas sugerem mecanismos patológicos comuns entre esses três distúrbios. A DCF, a ET e a HME também compartilham características relacionadas com uma sinalização anômala da via mTOR. Além da mTOR, há associação da via Tau com a DCF. Desta forma, a compreensão dos mecanismos patogênicos da DCF pode ser obtida através da relação com distúrbios similares. Já foi comprovada a relação entre ET, HME e mutações em mosaicismo. A identificação de mutações em estado de mosaicismo pode contribuir para o entendimento de doenças complexas, no entanto estas alterações não são detectadas pelo sequenciamento de Sanger. Sendo assim, a possibilidade de detectá-las pelas técnicas de sequenciamento de nova geração (NGS) representa uma nova perspectiva para a utilização desta tecnologia. O objetivo deste projeto é investigar se mutações em mosaicismo, nos genes das vias mTOR e Tau, estão envolvidas com mecanismos patológicos da DCF. Para tal, utilizaremos como estratégia o Deep Sequencing por NGS. Será sequenciado o DNA genômico de tecidos cerebrais provenientes de cirurgia de DCF e do sangue periférico dos pacientes, para aferir se o mosaicismo é restrito ao Sistema Nervoso Central. A captura das regiões será realizada com o kit Nextera Custom Enrichment Kit (Illumina) e as reações de NGS serão realizadas em um MiSeq. Esperamos com este projeto contribuir para o entendimento da etiologia genética e molecular da DCF, já que existem poucos dados a este respeito. Pretendemos utilizar o conhecimento gerado por este projeto em outras doenças cujo mecanismo de mutação por mosaicismo somático seja uma hipótese plausível para explicar a etiologia das mesmas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MAZUTTI, Marcella Gonçalves. Estudos moleculares das vias de sinalização mTOR e TAU nas displasias corticais focais. 2015. Dissertação de Mestrado.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.