Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificação de biomarcadores de câncer por proteômica baseada em alvos

Processo: 13/21603-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Adriana Franco Paes Leme
Beneficiário:Rebeca Kawahara Sakuma
Supervisor no Exterior: Michael J. MacCoss
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Washington, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/22421-2 - Determinação dos sítios de clivagens de alvos de ADAM-17 recombinante em cultura de células humanas, BP.DD
Assunto(s):Proteômica   Espectrometria de massas   Biomarcadores

Resumo

A validação de candidatos a biomarcadores depente de ensaios quantitativos otimizados para detecção específica e seletiva de proteínas alvos. Embora exista um grande número de potenciais biomarcadores, apenas uma pequena parte desses são validados e utilizados na prática clínica. O desenvolvimento da espectrometria de massas contribui enormemente para o avanço da proteômica quantitativa baseada em alvos ("targeted proteomics"). O monitoramente seletivo de reações (SRM) têm emergido como uma promissora técnica para analise precisa e quantitativa de moléculas em amostras biológicas complexas. Devido à alta especificidade, sensibilidade e precisão, SRM proporciona um eficiente método para validação de biomarcadores. Estudos recentes em nosso grupo mostraram novos candidados a biomarcadores, por meio de "discovery-based proteomics" aplicada a análise de secretoma de células tumorigênicas e de tecido microdissecado proveniete de câncer oral de células escamosas. O objetivo desse projeto consiste em quantificar em amostras clínicas, os biomarcadores levantados nos nossos estudos, empregando SRM-MS e diluição isotópica como padronização interna. Espera-se que esse projeto contribua no desenvolvimento e validação de potenciais biomarcadores e contribua para que eles alcancem aos ensaios clínicos (AU)