Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da integridade microestrutural do trato uncinado em pacientes com epilepsia de lobo temporal e sua relação com resposta ao tratamento farmacológico: um estudo de imagens de tensor de difusão por ressonância magnética

Processo: 13/07856-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fernando Cendes
Beneficiário:Amanda Dantas Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Epilepsia do lobo temporal   Esclerose hipocampal

Resumo

Estudos recentes mostram que pacientes com epilepsia de lobo temporal mesial (ELTM) apresentaram redução da anisotropia no fascículo uncinado, tanto ipsilateral ao foco epiléptico, quanto contralateral, além de haver correlação significativa entre as alterações de difusividade e a duração da epilepsia. Provavelmente, o fascículo uncinado exerce um papel fundamental na propagação da atividade epilética do lobo temporal para o frontal. O objetivo deste trabalho é avaliar se há relação entre epilepsia do lobo temporal, com e sem esclerose hipocampal, e alteração das fibras do fascículo uncinado, e resposta ao tratamento com drogas antiepilépticas (DAEs), valendo-se da técnica de imagem de tensor de difusão (DTI). Serão incluídos no estudo pacientes com diagnóstico clínico e eletroencefalográfico de ELTM, em seguimento no serviço de neurologia do Hospital de Clínicas da Unicamp. Serão formados 4 grupos de pacientes com ELTM: ELTM com EH e boa resposta às DAEs; ELTM com EH e refratários às DAEs; ELTM sem EH com boa resposta às DAEs e ELTM sem EH refratários às DAEs; além do grupo de controles normais. Os valores de anisotropia fracionada (FA) e difusividade média (MD) serão determinados a partir de imagens de DTI. O cálculo do MD e do FA resultará em mapas paramétricos dependentes destes fatores para cada indivíduo. Após obter os mapas de FA e MD para todos os indivíduos, os tratos serão traçados definindo-se sementes na região de origem do fascículo uncinado, em uma zona intermediária do trajeto e na zona alvo deste trato. Avaliaremos se os valores de FA e MD correspondentes estão relacionados às variáveis clínicas definidas acima. (AU)