Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de vias de transporte intracelular utilizadas pela proteína Nef do HIV-1 na regulação negativa de moléculas do complexo principal de histocompatibilidade do tipo i

Processo: 12/19764-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Luis Lamberti Pinto da Silva
Beneficiário:Julianne Vargas de Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/50650-6 - Elucidação de mecanismos celulares e moleculares da modulação negativa de proteínas da superfície celular por NEF do HIV-1, AP.JP
Assunto(s):Exocitose   Via secretória   Endocitose   HIV

Resumo

O HIV-1 desenvolveu estratégias para evitar sua detecção e destruição pelo sistema inume inato e adaptativo hospedeiro. Nef é uma proteína acessória do HIV-1 envolvida em vários processos de evasão do sistema imune e que tem um papel importante na progressão da AIDS. Dentre suas funções, Nef tem a capacidade de diminuir os níveis de moléculas de MHC-I da superfície de células infectadas, o que leva a proteção dessas células da ação de linfócitos T citotóxicos. Nef altera o tráfego intracelular de moléculas de MHC-I, resultando na degradação destas em lisossomos. Apesar dos efeitos de Nef sobre a distribuição de moléculas de MHC-I serem bem documentados, os mecanismos utilizados por Nef para induzir este redirecionamento são pouco conhecidos. Nossos estudos empregarão ensaios complementares visando identificar as rotas de transporte e fatores da célula hospedeira envolvidos na regulação negativa de MHC-I por Nef. Nesse sentido, testaremos se o direcionamento de MHC-I para os lisossomos por Nef requer o funcionamento da maquinaria ESCRT, conforme demonstramos anteriormente para o efeito de Nef em CD4. Iremos também verificar se a indução de exocitose, uma função recentemente atribuída a Nef, contribui para a redução dos níveis de MHC-I na superfície celular. O melhor entendimento de como Nef manipula componentes regulatórios do tráfego intracelular pode levar a estratégias farmacológicas para interferir na atividade desta proteína viral.