Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de muros vivos sobre o desempenho térmico de edifícios

Processo: 12/18717-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Lucila Chebel Labaki
Beneficiário:Fernando Durso Neves Caetano
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Adequação ambiental   Vegetação   Conforto térmico

Resumo

Em todo o mundo, a conscientização dos problemas ambientais provenientes da expansão do modelo de cidade pós-industrialização tem levado a uma busca por alternativas tecnológicas mais limpas, em prol do desenvolvimento urbano sustentável. Nesse âmbito, o uso da vegetação enquanto estratégia de conforto passivo assume um papel central, tendo em vista a sua capacidade de atenuação térmica pelo sombreamento e evapotranspiração. Entretanto, devido à alta especulação imobiliária e disputas pelo uso do solo urbano, nem sempre é possível viabilizar espaços para implantação de vegetação com um impacto ambiental relevante; assim, a busca por locais menos visados, que possibilitem a fácil inserção da vegetação nas cidades, traz à tona um nicho de tecnologias construtivas que utilizam a envoltória das edificações para agregar a vegetação à envoltória para promoção do conforto ambiental urbano e predial. A partir desta perspectiva, e cientes de sua expansão global e grande potencial de atenuação térmica para os climas tropicais, tais tecnologias constituem o objeto de estudo desta pesquisa, e a avaliação de sua influência sobre o conforto térmico em interiores, o seu objetivo. A pesquisa será realizada em Campinas, SP, no campus da UNICAMP. A metodologia proposta prevê a realização de um experimento comparativo, onde dois edifícios similares da Unicamp serão escolhidos, sendo que um deles receberá um sistema de muro vivo, enquanto o outro disporá apenas de sua envoltória convencional de alvenaria. Serão realizadas medições dos parâmetros ambientais, e calculados índices de conforto térmico, comparando-se os resultados para os dois ambientes. Como resultados da pesquisa, espera-se comprovar a eficiência do sistema para promover o conforto térmico dos ambientes.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAETANO, Fernando Durso Neves. Influência de muros vivos sobre o desempenho térmico de edifícios. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.