Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de alterações funcionais nas junções do tipo adherens induzidas pelo choque séptico em culturas de células endoteliais

Processo: 12/10859-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Erich Vinicius de Paula
Beneficiário:Gleice Regina de Souza
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sepse   Hematologia

Resumo

A quebra da integridade da barreira endotelial é um mecanismo fundamental da fisiopatologia da sepse, que apenas recentemente passou a ser estudada como foco de terapias alvo-específicas. Em conseqüência, não há até agora programas avançados de desenvolvimento de novos fármacos para a sepse com foco nesta área. As junções do tipo "adherens" são a principal estrutura responsável pela manutenção da integridade da barreira endotelial (BE). O principal componente destas junções é a VE-caderina, uma proteína transmembrana que se associa a várias outras proteínas citoplasmáticas, ancorando estas junções ao citoesqueleto celular. A ligação das porções extra-celulares da VE-caderina de células endoteliais (CE) adjacentes é o principal mecanismo de manutenção da BE. Fatores que levam a quebra da BE, como citocinas inflamatórias e o VEGF, têm em comum o fato de induzirem a internalização da VE-caderina, e desestruturação das junções. Recentemente, foi demonstrado que a ligação da proteína p120ctn com um domínio intracelular da VE-caderina é um evento crítico para a retenção desta proteína na superfície celular, dando a esta interação um caráter de alvo terapêutico potencial. No entanto, a relevância deste mecanismo na sepse em humanos permanece inexplorada. Vários estudos já demonstraram que o plasma de pacientes com sepse é capaz de induzir aumento da permeabilidade em culturas de CE. Neste trabalho pretendemos avaliar cinética da expressão relativa da VE-caderina e da p120ctn em culturas de CE incubadas com o plasma de pacientes com choque séptico de momentos distintos da evolução clínica, a fim de compreender melhor o significado deste processo na sepse humana, tornando mais racional uma possível exploração do potencial terapêutico desta interação.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SOUZA, Gleice Regina de. Avaliação in vitro dos efeitos do Heme livre sobre ativação da coagulação e sobre a quebra de barreira endotelial. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.