Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualificação profissional e políticas de emprego no Brasil nos anos de 1990: experiências, representações e ação sindical. um estudo de caso na região de Ribeirão Preto-SP

Processo: 05/58806-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Rural
Pesquisador responsável:Leila de Menezes Stein
Beneficiário:Mariana Tonussi Milano
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Organização do trabalho   Qualificação profissional   Sindicatos   Reestruturação produtiva

Resumo

Este projeto visa compreender as orientações dos sindicatos e sua participação nas políticas públicas de requalificação e educação nos quadros da atual precarização do trabalho. Através da realização de um estudo de caso a partir de uma amostra de sindicatos de trabalhadores no setor metalúrgico, químico e agroindustrial na região de Ribeirão Preto - SP, pretendemos descrever tais novas práticas sindicais. A utilização de entrevistas e de questionários nos permitirá a construção de um quadro de referências das práticas e das representações produzidas por tais atores sociais sobre os dilemas vividos na busca do trabalho. Por outro lado, estudaremos as agendas e pautas das negociações coletivas para compreender seus nexos diante da prioridade que parece assumir a tarefa educativa de formação profissional. Buscando compreender as estratégias das duas principais centrais sindicais, trabalharemos com documentos e algumas entrevistas com lideranças - a serem selecionadas -de tais centrais, Central dos Trabalhadores e Força Sindical. A hipótese desta investigação incide sobre a compreensão dos novos papéis assumidos pelo sindicato diante da precarização do trabalho - perda dos direitos trabalhistas e dos contratos formais- vis a vis à subcontratação, ao regime part time e outros. Por outro lado, pensamos que a informatização da produção vem sendo utilizada enquanto recurso para dispensa de trabalho no movimento de abertura da economia em relação a competição internacional. (AU)