Busca avançada
Ano de início
Entree

Funcionalização de superfície de materiais bioativos com moléculas naturais para a modulação da resposta tecidual a implantes aloplásticos

Processo: 16/50298-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2017 - 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Convênio/Acordo: M-ERA.NET
Pesquisador responsável:Paulo Tambasco de Oliveira
Beneficiário:Paulo Tambasco de Oliveira
Pesq. responsável no exterior: Silvia Spriano
Instituição no exterior: Politecnico di Torino, Itália
Pesq. responsável no exterior: Antonela Bosso
Instituição no exterior: Consiglio Nazionale delle Ricerche (CNR), Itália
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura de células  Biomateriais  Osteoblastos  Enxerto ósseo  Moléculas bioativas 

Resumo

O objetivo específico de inovação refere-se à modulação da resposta tecidual durante a cicatrização fisiológica de implantes ósseos. A resposta tecidual à implantação de biomateriais é ainda um processo não totalmente elucidado e relacionado a frequentes complicações, como a perda tardia de implantes dentários, a ocorrência de ossificações heterotópicas, fibrose e infecções associadas a implantes ortopédicos e vertebrais. Diferentes superfícies de implantes foram desenvolvidas para se obter rápida neoformação óssea na região interfacial. No entanto, estudos recentes mostram que aceleração da osseointegração pode estar associada a uma exacerbação do processo inflamatório. Assim, as pesquisas com biomateriais para implantação óssea devem ter seu foco voltado para a promoção da cicatrização fisiológica, com o que o projeto NAT 4MORE deverá contribuir. Espera-se desenvolver implantes osseointegráveis com superfícies nanotexturizadas, funcionalizadas com biomoléculas naturais capazes de modular a resposta biológica. Ligas de titânio, vidros bioativos e hidroxiapatita serão selecionados como substratos-modelo por se constituírem em biomateriais clássicos, cuja comparação permitirá decifrar diferentes fenômenos aplicáveis aos implantes osseointegráveis. O consórcio NAT4MORE possui experiência em nanotexturização de superfícies como estratégia para estimular a adesão e a diferenciação celulares, limitando a adesão de micro-organismos. A funcionalização de superfície será realizada seguindo abordagem bioinspirada, com moléculas naturais com ação no controle da inflamação e osteogenicidade: polifenóis derivados do bagaço da uva e derivados de quitina do exoesqueleto de camarões, com efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios, antibacterianos e osteogênicos. O projeto terá impacto sobre: 1) O conhecimento das reações na interface biomaterial-tecido, sobretudo inflamação e reação de corpo estranho; 2) Produtos futuros: biomateriais para osso com melhor desempenho clínico; 3) Ambiente: biomoléculas de alto valor agregado, obtidas de detritos amplamente disponíveis da indústria de alimentos e vinho; o NAT4MORE contribuirá com o potencial econômico de produtividade da UE local a partir de fontes naturais abundantes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMARU MAXIMIANO, WILLIAM MARCATTI; MARCELINO DA SILVA, ELAINE ZAYAS; SANTANA, ANA CAROLINA; DE OLIVEIRA, PAULO TAMBASCO; JAMUR, MARIA CELIA; OLIVER, CONSTANCE. Mast Cell Mediators Inhibit Osteoblastic Differentiation and Extracellular Matrix Mineralization. JOURNAL OF HISTOCHEMISTRY & CYTOCHEMISTRY, v. 65, n. 12, p. 723-741, DEC 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.