Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos subjacentes ao efeito da experiência social sobre os níveis hormonais, sinalização sensorial e comportamento

Processo: 15/50371-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Convênio/Acordo: Instituto de Pesquisa Scripps
Pesquisador responsável:Fabio Papes
Beneficiário:Fabio Papes
Pesq. responsável no exterior: Lisa Stowers
Instituição no exterior: Scripps Research Institute, San Diego, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Infanticídio 

Resumo

Perceber e interpretar os contextos e informações sociais é fundamental para a geração de comportamentos apropriados. Sabe-se que experiências sociais prévias modificam a interpretação de informações sensoriais do ambiente e subsequentemente alteram o comportamento, seja pela influência da memória, seja pela ação de hormônios capazes de modular vias neurais específicas. A percepção sensorial e a geração de comportamentos em resposta à experiência social não ocorrem normalmente em pacientes autistas ou sofrendo de esquizofrenia, mas ainda existe pouca compreensão mecanística das disfunções neurais por trás deste fenômeno. Neste projeto, propomos identificar como os mecanismos moleculares que transformam informações sensoriais em comportamento são alterados pela experiência. Especificamente, estudaremos diferenças na responsividade sensorial e no processamento neural entre camundongos machos virgens, que cometem infanticídio de filhotes, e machos que exibem comportamento parental de cuidado da prole após a formação de laços sociais com fêmeas. Nossos dados preliminares mostram que este fenômeno ocorre não em circuitos cerebrais, mas pela ação direta de hormônios neuropeptídicos sobre os neurônios sensoriais olfativos. Estes sinais silenciam a detecção de informações sensoriais dos filhotes que induzem o comportamento infanticida e, desta forma, permitem a expressão de comportamentos parentais. Tal mecanismo redefine o propósito funcional dos neurônios sensoriais, de simples sensores externos para cruciais processadores integrativos de estímulos externos e internos. Nossos resultados permitirão estudos futuros da função e disfunção de experiência prévia sobre a geração de comportamentos. O estudo dos mecanismos neurais por trás de comportamentos é uma questão de biologia de sistemas de difícil investigação por um único grupo de pesquisa. O estudo desta área negligenciada pela expertise e enfoque únicos de ambos os grupos colaboradores garantirá o sucesso do projeto. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMARGO, ANTONIO P.; NAKAHARA, THIAGO S.; FIRMINO, LUIZ E. R.; NETTO, PAULO H. M.; DO NASCIMENTO, JOAO B. P.; DONNARD, ELISA R.; GALANTE, PEDRO A. F.; CARAZZOLLE, MARCELO F.; MALNIC, BETTINA; PAPES, FABIO. Uncovering the mouse olfactory long non-coding transcriptome with a novel machine-learning model. DNA Research, v. 26, n. 4, p. 365-378, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
IBARRA-SORIA, XIMENA; NAKAHARA, THIAGO S.; LILUE, JINGTAO; JIANG, YUE; TRIMMER, CASEY; SOUZA, MATEUS A. A.; NETTO, PAULO H. M.; IKEGAMI, KENTARO; MURPHY, NICOLLE R.; KUSMA, MAIRI; KIRTON, ANDREA; SARAIVA, LUIS R.; KEANE, THOMAS M.; MATSUNAMI, HIROAKI; MAINLAND, JOEL; PAPES, FABIO; LOGAN, DARREN W. Variation in olfactory neuron repertoires is genetically controlled and environmentally modulated. eLIFE, v. 6, APR 25 2017. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.