Busca avançada
Ano de início
Entree

Water governance in touristic areas cases of study: mature destination (Costa Brava, Spain) vs non-consolidated destination (litoral norte de São Paulo, Brazil)

Processo: 14/50329-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Convênio/Acordo: Universidade de Girona
Pesquisador responsável:Pedro Roberto Jacobi
Beneficiário:Pedro Roberto Jacobi
Pesq. responsável no exterior: Anna Ribas Palom
Instituição no exterior: Universitat de Girona, Espanha
Instituição-sede: Instituto de Energia e Ambiente (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/50537-0 - The invention of "Blue Gold": from grassroots mobilizations for water to the internationalization of environmental policies: a multilevel analysis, AP.R
Assunto(s):Política ambiental  Políticas públicas  Sociologia ambiental  Mudança climática  Litoral  Uso eficiente da água 

Resumo

As faixas litorâneas têm demandado atenção especial por conta das possíveis mudanças climáticas, as quais podem resultar em flutuações do nível dos oceanos causando vulnerabilidade e riscos nessas áreas. O litoral sempre foi o principal local de interesse do turismo e a estruturação de destinos turísticos nas faixas litorâneas contribuiu para alterações socioambientais. O cenário de mudanças climáticas e essas alterações em destinos turísticos colocam o litoral numa área prioritária de pesquisa. Embora as pesquisas sobre alterações em áreas turísticas sejam desenvolvidas desde a década de 1970, há lacunas de conhecimento sobre alguns elementos vitais para a manutenção das características naturais e socioeconômicas das localidades. Um desses elementos é a água. Na mesma linha, estudos sobre quantidade e qualidade da água, assim com sua governança tem uma abordagem regional, não se atendo a um setor específico. Há um desconhecimento sobre as demandas por água nas destinações turísticas. Este projeto pretende estudar os ciclos hidrosociais, que envolvem demandas por água e os conflitos com outros setores, em dois destinos turísticos: a Costa Brava, na Espanha, que está consolidada como destino internacional turístico e o litoral norte de São Paulo, Brasil, que se configura ainda como um destino regional de turismo. Espera-se contribuir para a gestão da água em destinos turísticos e o intercâmbio de conhecimento de duas universidades (USP e UdG) que pesquisam esses temas nas áreas de estudo. (AU)