Busca avançada
Ano de início
Entree

Diagnóstico de potencialidades e desafios para otimização de recursos e abordagem sistêmica em planejamento e gestão de áreas urbanas

Processo: 11/21315-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2012 - 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Karin Regina de Casas Castro Marins
Beneficiário:Karin Regina de Casas Castro Marins
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Planejamento territorial urbano  Impactos ambientais  Sustentabilidade 

Resumo

O presente projeto de pesquisa tem por objetivo a elaboração de um diagnóstico das potencialidades e dos desafios para abordagem sistêmica de condicionantes urbanos e de estratégias de sustentabilidade no planejamento e gestão de áreas urbanas, na escala de distritos, bairros e unidades de vizinhança. A sustentabilidade será trabalhada considerando as eficiências, os impactos ambientais e urbanísticos dos sistemas urbanos de água, energia, transporte, resíduos, no que tange ao consumo de recursos e serviços fornecidos. Serão identificadas e analisadas soluções integradoras e intersetoriais, envolvendo esgoto, resíduos e energia; infraestrutura subterrânea, densidade e capacidades de geração e fornecimento das redes; demanda de energia e geração distribuída; densidade populacional, demanda por recursos e tecnologias dos sistemas de fornecimento. Além disso, a sustentabilidade será abordada do ponto de vista econômico, no que tange ao estudo de opções de financiamento de projetos de desenvolvimento urbano, assim como nos custos operacionais associados. Finalmente, pretende-se verificar arranjos institucionais e mecanismos de participação que possibilitem a condução de ações e soluções integradas e intersetoriais.Na produção do referido diagnóstico será realizada a integração de abordagens teóricas com experiências práticas, tanto para verificação in loco de soluções urbanas e tecnológicas selecionadas, quanto para contato pessoal com instituições envolvidas em sua implantação, gestão ou avaliação. Os resultados da pesquisa serão utilizados como embasamento técnico-científico para subsidiar o desenvolvimento de ferramentas, diretrizes e procedimentos para orientação de medidas técnicas e institucionais de caráter sistêmico e alinhadas com critérios de sustentabilidade, que se mostrarem viáveis ao contexto urbano brasileiro, atual e futuro. (AU)