Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do ciclo de vida de embalagens para o mercado brasileiro

Processo: 95/09428-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de março de 1997 - 31 de dezembro de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luis Fernando Ceribelli Madi
Beneficiário:Luis Fernando Ceribelli Madi
Instituição-sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Empresa: Consórcio Associação Empresas através FUNDEPAG
Município: Campinas
Assunto(s):Ciclo de vida  Embalagens de alimentos  Impactos ambientais  Sustentabilidade 

Resumo

Este projeto propôs a realização de um estudo de Análise de Ciclo de Vida (ACV) de aproximadamente 20 sistemas de embalagem do mercado nacional. Com o apoio financeiro da FAPESP e de um consórcio de associações e empresas, buscou-se a identificação de ações estratégicas para melhorias em quaisquer das etapas dos processos envolvidos na produção, uso e disposição final de embalagens, tendo em vista a minimização de seu impacto ambiental. O trabalho foi desenvolvido por meio de metodologia selecionada a partir das disponíveis no mercado internacional, em concordância com a Setac (Society of Environmental Toxicology and Chemistry), EPA (Environmental Protection Agency) e normas da série ISO 14000 e de um banco de dados a ser gerado sobre os processos e produtos nacionais, que conterá também informações de referência do mercado externo. O estudo foi aplicado a sistemas de embalagem de alguns produtos nacionais, com participação expressiva no consumo de embalagem do país, com ênfase na comparação do impacto ambiental de diferentes embalagens alternativas e na detecção dos pontos críticos dos processos de produção e disposição final da embalagem passíveis de aprimoramento e com consequente potencial de otimização, contribuindo assim para a aplicação de tecnologias limpas voltadas ao desenvolvimento sustentável do país. (AU)