Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação e desenvolvimento de fitomedicamentos úteis na prevenção e tratamento de infecções, parasitas gastrointestinais em ovinos e caprinos

Processo: 06/60736-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de abril de 2008 - 31 de maio de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Convênio/Acordo: Ouro Fino Saúde Animal
Pesquisador responsável:Suzelei de Castro França
Beneficiário:Suzelei de Castro França
Instituição-sede: Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Campus Ribeirão Preto. Ribeirão Preto , SP, Brasil
Empresa: Ouro Fino Saúde Animal Ltda
Município: Ribeirão Preto
Assunto(s):Farmacodinâmica  Quimioterápicos  Antiparasitários  Fitoterapia  Helminthes  Ruminantes  Ovinos  Caprinos 

Resumo

Infecções por helmintos têm sido a principal causa de redução na produtividade de rebanhos de ovinos e bovinos em países em desenvolvimento. Pequenos ruminantes como carneiros são freqüentemente afetados por infecções gastrintestinais causadas por nematóides. As perdas causadas por tais infecções são de grande monta devido a aumento no índice de mortalidade, redução na produção de lã, pele e carne, com o acréscimo ainda dos custos para controle da verminose, incluindo anti-helmíntico comercial e mão de obra para aplicação do medicamento. A utilização de plantas medicinais em medicina veterinária vem sendo cada vez mais freqüente na busca continua por produtos que sejam eficazes no combate a helmintos resistentes às drogas existentes no mercado. Este projeto foi estruturado para validar a atividade antiparasitária de extratos de plantas, ou suas frações, contra nematóides que mais freqüentemente afetam ovinos. Os extratos propostos, de espécies das famílias Curcubitaceae e Apocinaceae, serão avaliados para sua capacidade nematicida por meio de testes 'in vitro' contra ovos e larvas dos nematóides Trichostrongylus colubriformis; Teladorsagia circumcinata e Haemonchus contortus, por meio de pequenas modificações técnicas de protocolos já padronizados e de uso corrente na Unidade de Biotecnologia, o que facilita e direciona a seleção de ativos. Nos experimentos 'in vivo' utilizaremos como animais modelos, carneiros machos da raça Dorper, devido às parcerias estabelecidas com criadores na região de São Simão-SP, e por algumas vantagens técnicas características deste modelo, os quais serão submetidos a análises parasitológicas e hematológicas e de suas condições gerais antes e após o tratamento proposto. Os fitocomplexos com comprovada eficácia contra helmintos de ovinos serão submetidos a análises de toxicidade em camundongos, técnica também padronizada em nossos laboratórios, para avaliação preliminar de suas periculosidades ou inocuidades, com extrapolação cuidadosa de doses e via de administração para mamíferos superiores. Pretende-se com este projeto oferecer aos produtores fitomedicamento útil à manutenção da saúde de rebanho de carneiros para desenvolvimento e ganho ponderal, reduzindo custos e tempo de abate. (AU)