Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualificação, validação e monitoramento de equipamentos e utilidades industriais de aplicações assépticas ou corrosivas

Processo: 19/23063-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2020 - 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Instalações e Equipamentos Metalúrgicos
Pesquisador responsável:Luis Henrique Guilherme
Beneficiário:Luis Henrique Guilherme
Empresa:Soudap Soldas Sanitárias Ltda. - EPP
CNAE: Manutenção e reparação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras, exceto para veículos
Município: Araraquara
Pesquisadores principais:Assis Vicente Benedetti
Pesq. associados: Antonio Fabiano de Oliveira ; Cecilio Sadao Fugivara ; Isolda Costa
Vinculado ao auxílio:16/08439-0 - Projeto e desenvolvimento de uma microcélula eletroquímica portátil para controle de qualidade de instalações industriais com requisitos de resistência á corrosão e assepsia, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):20/08983-7 - Qualificação, validação e monitoramento de equipamentos e utilidades industriais de aplicações assépticas ou corrosivas, BP.PIPE
Assunto(s):Técnicas eletroquímicas  Soldagem  Corrosão  Bioprocessos  Aço inoxidável  Inspeção periódica 

Resumo

O objetivo do presente projeto de pesquisa é construir um equipamento de inspeção portátil com base na tecnologia de microcélulas eletroquímicas, denominado PassivityScan, para a prestação de serviços de inspeção de ativos industriais que operam em processos assépticos e/ou corrosivos e, portanto, são construídos em aço inoxidável. A metodologia consiste em construir diferentes arranjos em função da posição da solda, denominado módulo de inspeção, afim de capacitar o equipamento de inspeção para executar testes eletroquímicos em qualquer posição de acoplamento no tanque que se faça necessário. A produtividade do Passivityscan será expressivamente elevada quando comparado ao protótipo desenvolvido na fase 1, uma vez que é necessário inspecionar uma grande quantidade de regiões em um curto período de tempo em que o equipamento estará disponível. A taxa de produtividade será aumentada em 20x quando comparado com o protótipo desenvolvido na fase 1. Para tanto, a engenharia conceitual considerou o uso de um potenciostato multicanal que opera células de maneira independente e em paralelo, sendo este responsável por 80% das medidas. Outro potenciostato multicanal que opera células de maneira independente e sequencial (contudo, possui pequena dimensão, peso e conecta-se via bluetooth) foi selecionado para a inspeção em posições e arranjos complexos (posição horizontal, bocais de tanques etc.). Está previsto que os módulos de inspeção integrarão todos os componentes do conjunto proporcionando alta produtividade. Um procedimento documentado definindo métodos e critérios para a qualificação de especificações de procedimentos de soldagem (EPS) utilizando-se microcélulas eletroquímicas será elaborado. A elevada quantidade de medidas eletroquímicas será tratada para transformar-se em informação gerencial de apoio à tomada de decisão pelos gestores de engenharia e manutenção. A comercialização do projeto se dará pela prestação de serviços de inspeção de equipamentos/utilidades industriais nas fases de fabricação, montagem ou manutenção; qualificação, validação e monitoramento de equipamentos; inspeção periódica e análise de falhas. O público-alvo é amplo e internacional, e o plano de comercialização apresenta sistemática para a prospecção de contratos no Brasil e exterior. (AU)