Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos da inibição e compartimentalização da PTEN na vigência de neuroinflamação: participação da sinalização glutamatérgica

Processo: 19/12974-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2020 - 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Elisa Mitiko Kawamoto Iwashe
Beneficiário:Elisa Mitiko Kawamoto Iwashe
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Cristoforo Scavone
Assunto(s):Neurociências  Neuroinflamação  PTEN fosfo-hidrolase  Glutamatos  Lipopolissacarídeos 

Resumo

Embora tenha sido originalmente descrita como supressor tumoral, a PTEN (phospatase and tensin homolog deleted on chromosome ten), tem sido objeto de estudo de pesquisas relacionadas a processos celulares como crescimento, proliferação, sobrevivência, metabolismo e migração celular, com um potencial papel modulatório sobre a neurogênese, a plasticidade sináptica e, mais recentemente, a inflamação. A localização da PTEN pode ser tanto citoplasmática quanto nuclear e suas funções parecem depender de sua compartimentalização na célula. Este projeto focará na função da PTEN sobre a neuroinflamação e tem como objetivo estudar os possíveis efeitos da compartimentalização (núcleo/citoplasma) e da inibição da PTEN frente à inflamação induzida pelo lipopolissacarídeo (LPS) em cultura primária de glia e de glia+neurônio. O melhor entendimento do envolvimento da PTEN nas vias ou mecanismos moleculares direta, ou indiretamente envolvidos na neuroinflamação pode levar ao desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas para tratamentos mais eficazes contra doenças associadas à deleção e mutação da PTEN, neuroinflamação e às doenças neurodegenerativas. (AU)