Busca avançada
Ano de início
Entree

Atributos adaptativos ao fogo de sementes de espécies do cerrado

Processo: 19/09903-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2019 - 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Convênio/Acordo: NERC, UKRI
Pesquisador responsável:Alessandra Tomaselli Fidelis
Beneficiário:Alessandra Tomaselli Fidelis
Pesq. responsável no exterior: Gerhard Leubner
Instituição no exterior: University of London, Inglaterra
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Pesq. associados:Aline Redondo Martins ; Rosana Marta Kolb
Vinculado ao auxílio:15/06743-0 - Como a época do fogo afeta a vegetação do cerrado?, AP.JP
Assunto(s):Fogo  Cerrado  Germinação de sementes 

Resumo

Incêndios são um fênomeo mundial afetando diversos ecossistemas e, juntamente com mudanças climáticas, eles afetam a vegetação e causam danos a propriedades e ao bem-estar humano. Germinação de sementes após o fogo é um fenômeno descrito em diversos tipos de vegetação. Evoluiu muitas vezes e é distribuída na árvores filogenética de plantas, podendo ser associada com distintos mecanismos de dormência, tendo sido muito bem estudado para espécies da vegetação Mediterrânea. Porém, pouco se sabe sobre os mecanismos que envolvem a germinação pós-fogo em sistemas como australiano e no Cerrado. O Cerrado é um exemplo de savana tropical susceptível ao fogo, com espécies apresentando atributos específicos e uma grande diversidade de espécies, sendo considerado um hotspot de biodiversidade. Previsões globais sobre aumento de risco de incêndios sob um aumento da temperatura mostra a necessidade de uma coexistência com o fogo de maneira mais sustentável. Casos mais frequentes de extremos climáticos como ondas de calor aumentam o risco de incêndios, principalmente em regiões que normalmente não queimariam. Muitas espécies de regiões inflamáveis se regeneram através da germinação de sementes armazenadas no banco de sementes, sendo estimuladas pela fumaça (e seus compostos), assim como a quebra de dormência após exposição a altas temperaturas, ambos produtos do fogo. Tais trabalhos sugerem que tanto regiões da vegetação australiana como do Cerrado podem diferir dos sistemas mediterrâneos. Além disso, pouco sabemos sobre atributos adaptativos de sementes ao fogo. (AU)