Busca avançada
Ano de início
Entree

Recomendações de guias de prática clínica de alta qualidade metodológica para o cuidado de doenças crônicas: adaptação ao contexto do SUS e disseminação de informação confiável

Processo: 19/03883-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas
Vigência: 01 de fevereiro de 2020 - 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Daniela Oliveira de Melo
Beneficiário:Daniela Oliveira de Melo
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):20/02893-6 - Recomendações de Guias de Prática Clínica de alta qualidade metodológica para o cuidado de doenças crônicas: adaptação ao contexto do SUS e disseminação de informação confiável, BP.TT
Assunto(s):Sistema Único de Saúde  Atenção primária à saúde  Doença crônica 

Resumo

Guias de Prática Clínica (GPC) traduzem o conhecimento científico informado por evidências, de forma a facilitar o processo de cuidado. Seu emprego visa reduzir a variabilidade e arbitrariedade na prática clínica de forma a melhorar a qualidade do cuidado e evitar o desperdício de recursos financeiros. No entanto, vários estudos demonstraram que a qualidade metodológica, avaliada pela transparência em relação ao processo de elaboração é insatisfatória para a maioria dos GPC. No Brasil, em particular, há poucos documentos recentemente publicados e de boa qualidade metodológica que possam nortear o processo de cuidado de doenças não transmissíveis (DCNT) na atenção básica. Por outro lado, guias considerados de alta qualidade metodológica e elaborados de acordo com processos transparentes, realizados para outras realidades, podem ser adaptados ao contexto brasileiro, em especial para uso no Sistema Único de Saúde (SUS), como já utilizado em outros países. Assim, amplia-se a oferta de material baseado em evidências, em português, contribuindo para o uso mais racional dos medicamentos e a melhoria da qualidade do cuidado na atenção básica. Objetivo: Disseminar recomendações informadas por evidências para nortear o processo de cuidado de DCNT na atenção básica. Materiais e Métodos: A identificação dos GPC de alta qualidade metodológica será realizada a partir de busca sistemática da literatura e avaliação de qualidade por meio da segunda versão de um instrumento validado, o Appraisal of Guidelines Research & Evaluation Instrument (AGREE-II). Depois de identificados os GPC de alta qualidade para cada DCNT, será realizada síntese das recomendações. Essa síntese será apresentada a um painel de especialistas, clínicos gerais e médicos de família para discussão e adaptação ao contexto do SUS, em um processo de consenso via método Delphi. As recomendações para cada DCNT, em português e validadas por esse painel, serão disponibilizadas por meio de um aplicativo e disseminadas por meio de oficinas presenciais nas regiões de saúde do Estado e um curso a distância via UNASUS. Resultados Esperados: Desenvolvimento de um aplicativo que possa dar suporte a tomada de decisão no processo de cuidado de DCNT na atenção básica; promover atividades de educação permanente (presenciais e a distância) para qualificar o processo de cuidado e uso racional de medicamentos durante o tratamento de DCNT. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Treinamento técnico em saúde coletiva com bolsa da FAPESP