Busca avançada
Ano de início
Entree

RTI-2018: plano anual de aplicação da Reserva Técnica para Infraestrutura Institucional para pesquisa

Processo: 18/24466-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de março de 2019 - 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Lia Rita Azeredo Bittencourt
Beneficiário:Lia Rita Azeredo Bittencourt
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tecnologia  Saúde  Meio ambiente  Engenharia  Biologia 

Resumo

Com o objetivo de fortalecer de forma estratégica as atividades de Pesquisa da Unifesp e de acordo com as determinações estabelecidas pela FAPESP para uso da RT-Institucional este plano de aplicação visa, sobretudo, atuar para recuperar, consolidar e expandir a infraestrutura para pesquisa nos diversos Campi da UNIFESP. Será dado ênfase aos projetos multi e interdisciplinares realizados em equipamentos e laboratórios multiusuários, focando na qualidade da pesquisa e seu potencial para inovação tecnológica, internacionalização e aplicação de resultados para a sociedade. Destacamos que o plano de aplicação da RTI 2018 foi construído com a participação ativa das Câmaras de Pós-Graduação e Pesquisa dos Campi - UNIFESP (Baixada Santista, Diadema, Guarulhos, Osasco, São José dos Campos e São Paulo) à luz do Plano de Desenvolvimento Institucional UNIFESP (PDI 2016-2020) e aprovado em reunião ordinária do Conselho de Pós-Graduação e Pesquisa de 29 de novembro de 2018. Os recursos foram divididos em duas partes, sendo a primeira, com 70%, denominada "Demanda das Câmaras de Pós-Graduação e Pesquisa" de cada Unidade Universitária e a segunda, com 30% denominada "Demanda Institucional". A "Demanda das Câmaras de Pós-Graduação e Pesquisa" terá seus valores divididos proporcionalmente à contribuição do grupo de pesquisadores lotados nas respectivas unidades de geração dos recursos. O principal critério para a escolha das propostas foi o caráter multiusuário da solicitação, de modo a atender a um maior número de pesquisadores da Instituição. Será utilizado recurso para a infraestrutura de criação de animais de Laboratório no Centro de Desenvolvimento de Modelos Experimentais para Biologia e Medicina (CEDEME) e no Biotério LEA-INFAR, para a manutenção de equipamentos, para manutenção de servidor com elevada capacidade de processamento e uso de ferramentas de bioinformática avançada e para a aquisição de equipamentos de T.I. para o Data Center, que está sendo reestruturado para acomodar o repositório Institucional de dados. Por sua vez, também serão adquiridos materiais de consumo essenciais para o funcionamento de áreas de pesquisa, como a compra de gases medicinais para a realização de experimentos nos laboratórios de pesquisa. Na Demanda Institucional, o uso destes recursos foi proposto pela equipe da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa para apoiar as principais áreas comuns de pesquisa que servem a grande número de pesquisadores, cuja infraestrutura necessita de reparos ou manutenção. A priorização destes recursos utilizará como critérios a premência, urgência e importância da solicitação, com ênfase para os pedidos de manutenção corretiva emergencial que não podem ser atendidos em tempo hábil (a fim de evitar danos aos equipamentos multiusuários ou a paralização de atividades) por outras verbas institucionais. Ademais, decidiu-se priorizar projetos que agreguem pesquisadores de diferentes áreas, sem histórico de colaboração pregressa, com o objetivo do desenvolvimento de pesquisa com carácter convergente, inovador e com potencial de internacionalização. (AU)