Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da diversidade genética como estratégia do manejo e utilização de germoplasma de Vitis SP. do Instituto Agronômico

Processo: 18/13539-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Mara Fernandes Moura
Beneficiário:Mara Fernandes Moura
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Anete Pereira de Souza ; Fernanda Ancelmo de Oliveira ; José Luiz Hernandes ; Livia Moura de Souza ; Maria Imaculada Zucchi
Assunto(s):Uva  Melhoramento genético  Melhoramento genético vegetal  Recursos genéticos  Marcador molecular 

Resumo

Na maioria das fruteiras a forma de conservação dos bancos ativos de germoplasma é ex situ, por serem perenes e altamente heterozigóticas. A gestão de tais bancos se torna complexa, principalmente quando muitos acessos estão envolvidos. A redundância deve ser reduzida ao mínimo e a homogeneidade e a fidedignidade no material devem ser asseguradas, enquanto a introdução de novos acessos deve ser otimizada. Assim, a identificação do material vegetal é, portanto, crucial e representa o primeiro passo no manejo de germoplasma. O projeto objetiva analisar a diversidade genética e as relações de parentesco de acessos de videira procedentes do Banco Ativo de Germoplasma (BAG) do Instituto Agronômico, por meio da genotipagem dos acessos com marcadores moleculares do tipo microssatélites. Os dados genéticos obtidos serão analisados para determinar a estrutura genética das populações, quantificar a diversidade alélica e sugerir a composição de uma coleção nuclear para capturar a diversidade genética máxima dentro de um tamanho mínimo de amostra. A análise molecular permitirá um melhor conhecimento do nível e da estruturação da diversidade genética disponível. Esse conhecimento orientará a realização dos cruzamentos no âmbito do programa de melhoramento genético da videira da instituição, evitando cruzamentos aparentados. A formação de uma coleção nuclear contribuirá para redução do número de duplicatas, minimizando os custos com manutenção no campo e tornando-se mais representativa para utilização na pesquisa. Além disso, esse estudo visa gerar um banco de dados moleculares que facilitará o manejo do germoplasma de Vitis e seu uso para posteriores programas de melhoramento genético e genômico. Por meio deste estudo de diversidade ainda pretende-se estabelecer um fingerprint (identidades genéticas) para caracterização molecular e identificação das cultivares provenientes do programa de melhoramento do IAC. Essa caracterização será uma futura exigência do MAPA para para registro no Registro Nacional de Cultivares de Videira (RNC). Ainda pretende-se identificar os prováveis genitores do híbrido SR 501-17, proveniente do programa de melhoramento de videira do IAC. (AU)