Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do valor prognóstico e papel biológico de proteínas superexpressas no carcinoma de células escamosas oral identificadas por meio de proteômica baseada em espectrometria de massas

Processo: 18/16077-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Ricardo Della Coletta
Beneficiário:Ricardo Della Coletta
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Biomarcadores  Sobrevida  Prognóstico  Patologia bucal  Neoplasias bucais 

Resumo

Apesar dos avanços no diagnóstico e tratamento do carcinoma de células escamosas oral (CEO), a sobrevida em 5 anos permanece por volta de 50-60% sem grandes alterações nas últimas décadas. A decisão de tratamento e a previsibilidade do prognóstico dos pacientes têm sido baseadas em parâmetros clínicos (sistema TNM) e características histopatológicas, que na prática não são eficientes em todos os casos. Neste sentido, a identificação, validação e implementação clínica de marcadores que colaborem na seleção do melhor plano de tratamento, eventualmente representando novos alvos terapêuticos, e que auxiliem no prognóstico, se faz necessária e urgente. O objetivo deste projeto é identificar e caracterizar o efeito biológico de proteínas com potencial papel como biomarcador para pacientes com CEO. Para tanto, uma criteriosa seleção inicial dos potenciais biomarcadores foi realizada com base em listas de proteínas derivadas de estudos anteriores do nosso grupo, que resultou na escolha de 7 alvos, sendo eles: tumor-associated calcium signal transducer 2 (TACSTD2), copine-1 (CPNE1), serpin family H member 1 (SERPINH1), stress-induced-phosphoprotein 1 (STIP1), proteasome subunit alpha type-6 (PSMA6), septin 9 (SEPT9) e stanniocalcin 2 (STC2). Inicialmente, as proteínas selecionadas serão validadas por meio de imuno-histoquímica e análises estatísticas, e as 3 proteínas que apresentarem resultados mais promissores serão escolhidas para ensaios funcionais, baseados em ganho e perda de função relacionados aos fenótipos de malignização. Espera-se com este estudo identificar proteínas que tenham valor prognóstico para o CEO e que apresentem importância no processo de progressão tumoral, refletindo em avanços para o tratamento da doença. É importante salientar que, até hoje, nenhum dos marcadores de CEO descritos na literatura foram implementados na clínica por falta de evidências robustas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOURADO, MAURICIO R.; MIWA, KAREN Y. M.; HAMADA, GUILHERME B.; PARANAIBA, LIVIA M. R.; SAWAZAKI-CALONE, IRIS; DOMINGUETI, CATHERINE B.; DE OLIVEIRA, CARINE ERVOLINO; FURLAN, EMYLLE C. B.; LONGO, BRUNA C.; ALMANGUSH, ALHADI; SALO, TUULA; COLETTA, RICARDO D. Prognostication for oral squamous cell carcinoma patients based on the tumour-stroma ratio and tumour budding. Histopathology, v. 76, n. 6 MAY 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.