Busca avançada
Ano de início
Entree

Interface de polímeros biomimétcios e com condutividade integrada que servem como adesivos micro-nanoestruturados para regeneração do miocárdio

Processo: 16/50300-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2018 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Convênio/Acordo: M-ERA.NET
Pesquisador responsável:Marcos Costa Valadares
Beneficiário:Marcos Costa Valadares
Pesq. responsável no exterior: Rui Reis
Instituição no exterior: Universidade do Minho (UMinho), Portugal
Pesq. responsável no exterior: Caterina Cristallini
Instituição no exterior: Consiglio Nazionale delle Ricerche (CNR), Itália
Empresa:Pluricell Technologies - Análise e Tecnologia Celulares Ltda. - ME
Município: São Paulo
Assunto(s):Biomateriais  Polímeros (materiais)  Condutividade elétrica  Miocárdio 

Resumo

Implementação de materiais funcionais recentemente desenvolvidos como peça chave de um produto terapêutico com foco em regeneração cardíaca. Nossa tecnologia do adesivo cardíaco vai mover esse produto para mais próximo do miocárdio de terapias avançadas no campo cardiovascular. (AU)

Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Libbs investe US$ 1 milhão em startup apoiada pelo PIPE 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (4 total):
Mais itensMenos itens
Libbs investe US$ 1 milhão em startup 
Libbs investe US$ 1 milhão em startup apoiada pelo PIPE 
Libbs investe US$ 1 milhão em startup apoiada pelo PIPE 
Libbs investe US$ 1 milhão em startup apoiada pelo PIPE