Busca avançada
Ano de início
Entree

Marcha de absorção de nutrientes e nutrição mineral de Hevea Brasiliensis (Willd. ex. ADR. de Juss.) Muell-Arg

Processo: 18/02088-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2018 - 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Enes Furlani Junior
Beneficiário:Enes Furlani Junior
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/14054-9 - Marcha de absorção de nutrientes e nutrição mineral de Hevea Brasiliensis (Willd. ex. ADR. de Juss.) Muell-Arg, BP.TT
Assunto(s):Adubação  Seringueira  Fisiologia vegetal 

Resumo

A importância econômica e industrial da borracha natural faz da seringueira Hevea brasiliensis (Willd. ex. Adr. de Juss.) Muell-Arg. uma cultura de grande importância no cenário mundial. No estabelecimento de um seringal é de fundamental importância a utilização de porta-enxertos vigorosos e a escolha de clones adaptados a região, com alto potencial de crescimento e produção. Atualmente o sistema de cultivo de mudas de seringueira foi redefinido com o advento da Instrução Normativa (IN) n. 29, de 05 de agosto de 2009, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e pela Resolução 154 de 22 de novembro de 2013 da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA/SP). A normatização garante melhor qualidade fitossanitária e de origem genética das mudas, alcançando assim, um melhor desempenho produtivo. Estudos relacionados a nutrição mineral e a marcha de absorção da seringueira, dentro do novo sistema de cultivo preconizado pela (IN) n. 29, ainda são escassos na literatura. Dessa forma, buscando gerar informações que contribuam para o desenvolvimento da cultura, esta pesquisa prevê a instalação de três ensaios: o primeiro pretende-se avaliar a aplicação de doses de fertilizante de liberação lenta aplicados ao substrato de plantio aliado ao parcelamento da fertirrigação na produção de porta-enxertos de seringueira cultivados em viveiro suspenso; o segundo planeja-se acompanhar a caracterização da marcha de absorção e acúmulo de nutrientes no desenvolvimento de porta-enxertos de seringueira cultivados em viveiro suspenso; o terceiro almeja-se determinar a marcha de absorção de nutrientes em combinações copas/porta-enxertos de seringueira transplantados ao campo. Os dados obtidos deverão fornecer subsídios para o parcelamento dos nutrientes, visando uma alta produtividade em termos de produção de mudas de seringueira e seu desempenho a campo. (AU)